Header Ads

Halsey dispara sobre Iggy Azalea "Assisti a carreira dela acabar..." e mais

(Foto: Divulgação)

Em recente entrevista ao conceituado jornal The Guardian, Halsey fez revelações um tanto quanto polêmicas.

Confira alguns trechos traduzidos da entrevista:

“A polêmica em torno do trio Migos e as acusações de serem homofóbicos continua.

Após fazerem uma participação na faixa “Bon Appétit” e ainda supostamente se negarem a se apresentarem com a cantora sem acordo de tirar algumas drag queens do palco do SNL, a polêmica foi jogada nas mãos de Halsey por um jornalista do The Guardian.

Por uma das canções ser com o Quavo em seu novo álbum, um dos integrantes, a artista deu sua versão dos fatos na defesa de seu amigo, afirmando que ele apenas não é “politicamente correto” em suas atitudes e que não consegue se expressar bem para um público que não está acostumado a lidar, como fãs LGBTQ’s de divas pop.

Eu acho que ele é apenas incompreendido”, disse ela para o tabloide. “Se eu escolho ser uma artista socialmente consciente, e sou muito boa nisso, não quer significa que TODOS os artistas devem ser assim ou terão um suporte para serem politicamente corretos. Eu não acho que ele é homofóbico, ele está apenas em um lugar difícil para expressar o que pensa. Eu sei que suas desculpas não são convincentes sobre o assunto, mas não se pode se policiar o tempo todo.”

Quando questionada pelo jornalista sobre as restrições de problematizações e também conceitos que fazem o artista refletir sobre sua obra, ela foi direta e citou Iggy Azalea como uma artista que definitivamente não faria uma colaboração.

O foco seria a forma como Iggy usou a cultura negra para se promover, o Hip-Hop, esquecendo e ignorando problemáticas raciais como perseguição policial ou racismo nos EUA.

Eu posso me policiar em meu trabalho, por exemplo. Há muitas pessoas que não faria uma colaboração. Iggy Azalea absolutamente não. Ela teve um total desprezo com a cultura negra. Eu assisti a sua carreira se dissolver a pouco e isso me fascinou.”, termina.”

Precisava disso tudo? Acho que o #1 na Billboard 200 subiu a cabeça.

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.